quarta-feira, 29 de agosto de 2012

insónia


Ontem não consegui adormecer. Pensei em ti. E muito... Já não o fazia à muito tempo, mas soube bem. Senti que ainda fazias parte da minha vida. É mentira. Eu sei. Mas são estas pequenas coisas que te mantêm vivo em mim. Achei que já te tinha tirado da minha vida. Que te tinha esquecido. Enganei-me. Ainda estás bem presente. Já lá vão anos (anos!) que tu és tudo para mim. Mas eu continuou a mesmo ingenua que se apaixona loucamente por alguém que não merece. Não posso. Não vai voltar a acontecer. Não quero pensar mais em ti. Espero que esta tenha sido a última vez que penso em ti e imagino um 'nós'. 

18 comentários:

ana catarina disse...

sinto o mesmo que tu querida :s

ana catarina disse...

esquecer o "impossível"..

Rita disse...

Querida, podes dizer o nome da musica 1?

Carolina disse...

Tens de ser forte, querida :)

lu de lúcia disse...

não percebi o teu comentário

lu de lúcia disse...

ah queres é ver-te livre dela certo?

cláudiagomes. disse...

pensar, pensas sempre. Só não cries expectativas.

may rose disse...

se ele te faz mal não vejo a razão para andares a sofrer. princesinha as coisas são difíceis mas tu és mais forte, sempre serás!

letters to you disse...

o coração manda!

nicolemorais disse...

E eu adorei o teu!

Luana* disse...

Sê forte linda.

R: mesmo!

m. disse...

Vai haver um dia em que deixas de pensar nele e idealizar um possível "nós" que nunca irá acontecer.

Pini disse...

gostei da simplicidade do teu blogue e vou seguir. Também já passei por isso e sei o quanto é difícil esquecer alguém... *

Luana* disse...

Eu, se pudesse, nem queria senti-la, acredita!

Hilf mir fliegen disse...

Eu também já fui assim, mas agora estou bem mais diferente :) Tens que ser muito forte e vais ver que tudo vai ficar bem :)

Spirit disse...

como me identifico :s

Pedacinhos de mim disse...

Muito Obrigado pelo comentário e relativamente a este post, o que é importante, o que nos marca fica sempre na nossa história e por mais que se fuja, acabamos por cruzar-nos de novo com outro destino, com aquela certa pessoa. Gostei muito. Beijo :)*

Amante Japonesa disse...

Escreves mesmo bem (: