sexta-feira, 28 de setembro de 2012

para ti

É para ti que escrevo. Sim: para ti. Para ti que (não) és fraca. Para ti que és orgulhosa e não falas com quem mais te apetece falar. Para ti que ficas sensível por tudo e por nada. Para ti que és tão feliz aos olhos dos outros, mas no fundo só queres um cantinho teu para poderes chorar. Para ti que não és nada daquilo que os outros pensam... Ei! Olha a tua volta. Viste o que se passa? Volta a olhar. Desta vez com mais pormenor. Percebeste melhor? Já entendeste que o mundo não deixou de girar para que tu te pudesses recompor, não? Ele não vive em função de ti, mas tu também fazes parte dele. E depois? Depois vais erguer-te. Vais-te olhar ao espelho e dizer "eu sou uma grande pessoa". Vais chorar ao dizer isso, mas não pares. Olha-te nos olhos e repete novamente. Interioriza a frase. Desenvolve-a. Vive-a. Não deixes que os outros controlem o que só tu podes controlar. Não deixes que a vida passe por ti e nem te reconheça. Faz dela o que tu quiseres, mas sê feliz. Sê feliz à tua maneira. Não penses que a felicidade consiste em seguir o caminho certo. Não há caminhos certos. És tu que traças o teu. És tu que decides o que deves fazer. E nada nem ninguém te pode impedir. Afinal és dona e senhora das tuas próprias decisões. Ninguém sabe mais de ti do que tu. Por isso luta e não desistas. Deixa a tua marca. 

29 comentários:

Camila. disse...

Sobre o texto só tenho isto a dizer: obrigada :)

E se isto se aplicar a ti, interioriza e deixa-te viver! *

Joana disse...

Gostei muito do texto!

Liliana disse...

um grande incentivo, excelente

may rose disse...

tenho a certeza que ela é uma grande pessoa :)

Mary Jane disse...

Uauuuu :) Temos pessoa que escreve com alma também. Gosto da força, coragem e vida humana que este teu texto emana. Parabéns!

mai disse...

Obrigada

Meg disse...

O texto esta lindo (:
Não sei .. Espero que tudo fique bem

may rose disse...

ainda bem que assim o achas :))

cher disse...

o problema é que não sei o que fazer para não desistir s:

inês disse...

tentarei fazer isso..

inspirador!

sem rumo.. disse...

Adorei!!

nicolemorais disse...

Oin, que querida, obrigada!
Está maravilhoso!

Renata disse...

Estou mesmo a precisar.

Liliana disse...

um dos meus cantinhos mais adorados

Sofia Duarte disse...

Pois, a vontade é pouca :/

lu de lúcia disse...

muito giro este texto. não sei se é para alguém em especial, mas mesmo que não seja, é um grande incentivo para lutarmos por nós :D
não sei porquê, estou a seguir-te a algum tempo mas nunca recebo no painel as tuas publicações :x

Patrícia disse...

obrigada querida! adorei o texto :)

ana catarina disse...

obrigada minha querida, tive saudades :)

Carolina disse...

Desistir é que não!

sara oliveira disse...

que lufada de ar fresco que foi ler este post... adorei!
sigo ((:

Nix disse...

Gostei mesmo muito deste texto! (:

sem rumo.. disse...

Eu também achei! É um conceito completamente diferente

Carolina Silva disse...

Gostei do texto :)

Lia disse...

Que lindo!

Hilf mir fliegen disse...

Se há textos que eu gosto, são os teus.
Adorei, cada palavra e tudo o que escreves-te é a pura realidade :)

Telma disse...

gostei do texto :)

sem rumo.. disse...

Amei!!

Rita Dias disse...

Há muito tempo que não lia nada assim com que me identificasse tanto, parabéns!

miii disse...

Amei o texto! Vou seguir o teu blogue*