quinta-feira, 11 de julho de 2013


Sempre gostei da área da saúde. Não sei, tenho um fascínio qualquer por esses profissionais. E, também, sempre gostei de crianças. Ora, poder juntar, numa profissão, as duas coisas era maravilhoso para mim. Rapidamente poderia pensar em pediatria, mas, olhando para a minha média, facilmente descarto essa possibilidade. Depois de uma profunda análise ao site do DGES, apercebi-me que, no meio de tantos cursos e atendendo aos meus gostos, só um enche as minhas medidas: enfermagem. E sabendo que, depois do curso, posso tirar um mestrada em pediatria, ainda mais acertada, esta profissão, se torna para mim. Eu sei que não está fácil para os licenciados em enfermagem. Eu sei que eles trabalham muito. Eu sei que eles fazem alguns sacrifícios. Eu sei que eles não ganham assim tanto. Mas prefiro ser pobre do que infeliz. Não vou deixar de fazer aquilo que eu gosto, aquilo que me satisfaz pelos problemas que, atualmente, a profissão tem. Desculpem, mas não vou. Vou seguir aquilo que, realmente, eu quero e deixar de ligar ao que os outros dizem. Afinal, o importante é ser feliz e só eu posso proporcionar essa verdadeira felicidade a mim mesma.

17 comentários:

maria inês. disse...

tens razão , o mais importante é seres feliz , luta pelo qe qeres !

r: concordo , coitados dos bichinhos ..

Maria Azevedo disse...

R:É sempre bom, simplesmente relaxante :)
Gostei do teu blogue, segui *

Renata disse...

Queria muito entrar em medicina, mas não vou conseguir. :(

disse...

acho que deves seguir mesmo aquilo que queres :)

Lexie disse...

também já ponderei ir para essa área, exatamente porque também gosto de crianças :)

Teresa Isabel Silva disse...

Fazes bem, é sempre importante fazermos as coisas que gostamos! Pode estar díficil mas como diz o velho ditado "quem anda por gosto não casa"!

Bjxxx

joanamiguel disse...

é verdade :)

Mariana disse...

O mais importante é a nossa felicidade :) boa sorte ;)

Ontem comecei a seguir o teu blog. Mas, tive imensa dificuldade em consegui-lo até que, através do google friend connect (e não adicionando o url do teu blog na minha lista de leitura), lá consegui. Só que não as tuas publicações não me aparecem no meu painel :s sabes o que será ou como poderei resolver?

Nea ♪ disse...

Mas para mim um 95 não chega para a média que quero para puder entrar no que quero...
Quanto tiveste?

Amy disse...

Ora, não podia estar mais de acordo contigo! Eu também tenho esse mesmo fascínio e já estive no curso de Ciências e Tecnologias, mas não estava a conseguir média nenhuma (péssima) então mudei de curso :)

r: Ahah, tens de te concentrar mais :b

Kiara disse...

É exatamente isto que eu penso! Eu quero seguir matemática e, no mestrado, educação. Os meus pais já se encheram de me tentar fazer largar isso, e agora até me apoiam. Mas até agora era sempre "não vais ter emprego", "um professor só tem dores de cabeça", "só vais ter chatices"... eu nem respondia. Sei que se lutar pelo que quero, consigo. E isso é que interessa!

Carolina Silva disse...

Concordo :)

Dayse Fashion disse...

Estou de total acordo com você minha querida! Eu fiz a faculdade que amo, Design Gráfico, e hoje, contrariando a todos, estou a trabalhar como freelancer! De que adianta seguir a "carreira do momento" e ser infeliz a vida toda?
Vamos seguir nossos sonhos hoje e sempre!
bjsss

Rute Amaral disse...

Gostei do teu blog, está muito simples :) segui-te!
eu estou aqui caso queiras seguir de volta http://goldendays2.blogspot.pt/ obrigada!

Petite blonde disse...

Se realmente é aquilo que queres segue em frente! Sendo enfermeira com especialidade em pediatria, terás muito mais contacto com as crianças do que se fosses médica, visto que serás tu que estarás em contacto permanente com elas. É verdade que a situação da profissão em Portugal está péssima, e eu quando entrei no curso até a altura de o terminar nunca imaginei que estive assim tão má, pelo que tive de emigrar... mas quem sabe se a situação na altura que terminares não melhora? Ou até terás a sorte como poucos têm tido de conseguir emprego no teu país? Ninguém adivinha o dia de amanhã, por isso se neste momento é o que te parece certo fazer, segue em frente! Toda a sorte do mundo :)
Um beijo.

Carolina. disse...

É exactamente assim que eu penso. E se fores realmente boa naquilo que fazes arranjas emprego. Como o meu pai costuma dizer: não há nenhum aluno que tenha sido o melhor do curso nesse ano que esteja desempregado. Tens é de apostar em várias coisas que te distingam dos outros (saber muitas línguas e etc...) e não só no curso :)

Hibiscus disse...

Eu estou em Enfermagem. A gente vive algumas injustiças como profissionais, somos pouco reconhecidos e quando algo corre "mal" a tendência é culpar um bocado os enfermeiros, mas não me arrependo nada de estar a tirar este curso. É gratificante e interessante. Acho que fizeste uma boa escolha.

Quanto ao facto de estar mau para arranjar emprego em Enfermagem, sinceramente ta mau para tudo mais vale seguir algo que se quer :)